Notícias

03/04/2013

NOVO IVECO VERTIS

A Iveco lança no Brasil o novo Iveco Vertis, o caminhão médio que é a cara da nova economia brasileira. Projeto de R$ 55 milhões, o Iveco Vertis foi desenvolvido inteiramente no Brasil com foco no transportador que quer ser um protagonista do vigoroso crescimento experimentado hoje no País e que, para isso, busca um veículo de mecânica moderna, custo competitivo, consumo reduzido de combustível e extremamente confiável. Com os menores custos de manutenção de seu segmento, o Iveco Vertis reúne características que farão a diferença para quem disputa negócios e busca crescimento no transporte urbano e interurbano nacional.

O Iveco Vertis nasce com um índice de nacionalização de 85% e chega ao mercado com altíssimo grau de confiabilidade. Além de ser perfeitamente adequado às condições locais, foram privilegiados em seu projeto fornecedores já consagrados no mercado brasileiro. O conjunto powertrain, por exemplo, é o mais moderno e avançado de seu segmento. O motor é o novíssimo Iveco-FPT NEF 4, produzido pela FPT em Sete Lagoas, que apresenta superior economia de combustível e baixa emissão de poluentes, além de já estar preparado para a conversão ao Euro V. A transmissão é da ZF. Os cardans são da Dana, o eixo traseiro é Meritor e o dianteiro Sifco. O sistema de freios está dividido entre a Knorr-Bremse e a Master/Suspensys. Componentes da suspensão são da Suspensys/Thyssen.

Em função do desenvolvimento local e da força de seus componentes, o novo modelo nasce com dois anos de garantia, sendo o primeiro ano total e o segundo ano para o powertrain. Isso não configura uma condição especial, e sim um atributo do produto. Esse fato é um grande diferencial no segmento, visto que todos os concorrentes do Iveco Vertis somente oferecem um ano de garantia.

O Iveco Vertis chega nas versões de 9 e 13 toneladas, denominadas 90V16 e 130V18. Os primeiros números indicam a capacidade de carga, o V o nome do produto e os últimos números a potência do motor. Dessa forma, o Iveco Vertis 90V16 tem PBT de 9.300 kg e entrega potência de 154 cv. Nessa versão, ele conta com três opções de entre-eixos (3.308 mm, 3.800 mm e 4.350 mm) e é disponível com cabine simples. Já o Iveco Vertis 130V18, com PBT de 13.300 kg, desenvolve 173 cv e também vem com três opções de entre-eixos (4.350 mm, 4.750 mm e 5.100 mm). A versão 130V18 tem dois tipos de cabine: simples e estendida. Em todas as versões, o Iveco Vertis tem maior capacidade de carga que seus concorrentes.

Com o Iveco Vertis, a mais jovem montadora de caminhões do Brasil entra em grande estilo no disputado segmento dos veículos médios, que hoje comanda cerca de 20% das vendas de caminhões no Brasil, e transforma-se numa montadora full liner no mercado de caminhões, isto é, com produtos em todos os segmentos do mercado.

"O objetivo principal era criar o caminhão mais competitivo em seu segmento, com desempenho superior aos concorrentes e com imbatível custo operacional, uma exigência da economia do Brasil de hoje, onde a competitividade é um reconhecido fator de crescimento", destaca o presidente da Iveco Latin America, Marco Mazzu. "Conseguimos: o Iveco Vertis é o melhor caminhão médio em termos dinâmicos e em retorno econômico para os clientes", afirma Mazzu.

Um objetivo complementar, e não menos desafiador, era integrar totalmente a base da engenharia da Iveco brasileira à rede mundial Iveco. "Objetivo cumprido: o projeto é local, a plataforma tecnológica é mundial e o suprimento é global", conta Renato Mastrobuono, diretor de Desenvolvimento de Produto da Iveco Latin America.

Além de tudo, o Iveco Vertis surge no mercado como o mais bonito caminhão médio brasileiro. O design, também criado no Brasil, é arrojado e lembra o visual dos outros caminhões da marca, especialmente a grade em V, com largas entradas de ar e o grande logo Iveco centralizado.